aboutsummaryrefslogtreecommitdiff
diff options
context:
space:
mode:
authorEdson Brandi <ebrandi@FreeBSD.org>2018-09-15 17:33:40 +0000
committerEdson Brandi <ebrandi@FreeBSD.org>2018-09-15 17:33:40 +0000
commit71a1f282ee99f7e36094794cb73f2de04e1a00b0 (patch)
tree42916c39cb680f0329a562fd4d0023abcd7482d4
parentfa400c26b0a029f08a34bf686584a4f877c2afbc (diff)
downloaddoc-71a1f282ee99f7e36094794cb73f2de04e1a00b0.tar.gz
doc-71a1f282ee99f7e36094794cb73f2de04e1a00b0.zip
pt_BR.ISO8859-1/articles/bsdl-gpl: New pt_BR translation into .po format
* content synchronized with en_US document (rev 43184) * article.xml converted to .po * .po file was translated to pt_BR * .po and .xml file has been set to UTF-8 encoding * information about volunteers who translated and/or revised the document was added to the header of the .po file Approved by: gabor (mentor, implicit) Obtained from: The FreeBSD Brazilian Portuguese Documentation Project
Notes
Notes: svn path=/head/; revision=52260
-rw-r--r--pt_BR.ISO8859-1/articles/Makefile1
-rw-r--r--pt_BR.ISO8859-1/articles/bsdl-gpl/Makefile24
-rw-r--r--pt_BR.ISO8859-1/articles/bsdl-gpl/article.xml231
-rw-r--r--pt_BR.ISO8859-1/articles/bsdl-gpl/pt_BR.po1190
4 files changed, 1446 insertions, 0 deletions
diff --git a/pt_BR.ISO8859-1/articles/Makefile b/pt_BR.ISO8859-1/articles/Makefile
index 8895c8a83b..f6cf802858 100644
--- a/pt_BR.ISO8859-1/articles/Makefile
+++ b/pt_BR.ISO8859-1/articles/Makefile
@@ -5,6 +5,7 @@
# $FreeBSD$
SUBDIR =
+SUBDIR+= bsdl-gpl
SUBDIR+= building-products
SUBDIR+= contributing
SUBDIR+= cups
diff --git a/pt_BR.ISO8859-1/articles/bsdl-gpl/Makefile b/pt_BR.ISO8859-1/articles/bsdl-gpl/Makefile
new file mode 100644
index 0000000000..2b1d5e84f0
--- /dev/null
+++ b/pt_BR.ISO8859-1/articles/bsdl-gpl/Makefile
@@ -0,0 +1,24 @@
+#
+# The FreeBSD Documentation Project
+# The FreeBSD Brazilian Portuguese Documentation Project
+#
+# $FreeBSD$
+#
+# Article: BSD License vs GPL License
+
+MAINTAINER=ebrandi@FreeBSD.org
+
+DOC?= article
+
+FORMATS?= html html-split
+WITH_ARTICLE_TOC?= YES
+
+INSTALL_COMPRESSED?= gz
+INSTALL_ONLY_COMPRESSED?=
+
+SRCS= article.xml
+
+URL_RELPREFIX?= ../../../..
+DOC_PREFIX?= ${.CURDIR}/../../..
+
+.include "${DOC_PREFIX}/share/mk/doc.project.mk"
diff --git a/pt_BR.ISO8859-1/articles/bsdl-gpl/article.xml b/pt_BR.ISO8859-1/articles/bsdl-gpl/article.xml
new file mode 100644
index 0000000000..e69720540e
--- /dev/null
+++ b/pt_BR.ISO8859-1/articles/bsdl-gpl/article.xml
@@ -0,0 +1,231 @@
+<?xml version="1.0" encoding="utf-8"?>
+<!DOCTYPE article PUBLIC "-//FreeBSD//DTD DocBook XML V5.0-Based Extension//EN" "http://www.FreeBSD.org/XML/share/xml/freebsd50.dtd">
+<article xmlns="http://docbook.org/ns/docbook" xmlns:xlink="http://www.w3.org/1999/xlink" xmlns:its="http://www.w3.org/2005/11/its" version="5.0" xml:lang="pt_BR">
+
+ <info><title>Por que você deve usar uma licença de estilo BSD em seu Projeto Open Source</title>
+
+ <authorgroup>
+ <author><personname><firstname>Bruce</firstname><surname>Montague</surname></personname><affiliation> <address><email>brucem@alumni.cse.ucsc.edu</email>
+ </address> </affiliation></author>
+ </authorgroup>
+
+ <legalnotice xml:id="trademarks" role="trademarks">
+ <para>FreeBSD is a registered trademark of the FreeBSD Foundation.</para>
+ <para>Intel, Celeron, Centrino, Core, EtherExpress, i386, i486, Itanium, Pentium, and Xeon are trademarks or registered trademarks of Intel Corporation or its subsidiaries in the United States and other countries.</para>
+ <para>Many of the designations used by manufacturers and sellers to distinguish their products are claimed as trademarks. Where those designations appear in this document, and the FreeBSD Project was aware of the trademark claim, the designations have been followed by the <quote>™</quote> or the <quote>®</quote> symbol.</para>
+ </legalnotice>
+
+ <pubdate>$FreeBSD$</pubdate>
+
+ <releaseinfo>$FreeBSD$</releaseinfo>
+ </info>
+
+<sect1 xml:id="intro">
+ <title>Introdução</title>
+
+ <para>Este documento apresenta argumentos para a utilização de uma licença de estilo BSD para software e dados; especificamente recomenda utilizar uma licença de estilo BSD no lugar de uma GPL. Também pode ser lido como uma introdução e resumo das licenças de Projeto Open Source, BSD versus GPL.</para>
+</sect1>
+
+<sect1 xml:id="history">
+ <title>Uma Breve História do Open Source</title>
+
+ <para>Muito antes do termo <quote>Open Source</quote> ser utilizado, o software era desenvolvido por associações livres de programadores e os softwares eram livremente trocados ou negociados. A partir do início dos anos 50, organizações como a <link xlink:href="http://www.share.org">SHARE</link> e a <link xlink:href="http://www.decus.org">DECUS</link> desenvolviam grande parte do software que as empresas de hardware empacotavam em suas ofertas. Naquela época, as empresas de computadores estavam no negócio de hardware; qualquer coisa que reduzisse o custo do software e disponibilizasse mais programas tornava as empresas de hardware mais competitivas.</para>
+
+ <para>Este modelo mudou nos anos 60. Em 1965, a ADR desenvolveu o primeiro produto de software licenciado e independente de uma empresa de hardware. A ADR estava competindo contra um pacote gratuito da IBM que foi originalmente desenvolvido por seus próprios clientes. A ADR patenteou seu software em 1968. Para interromper o compartilhamento de seu programa, eles forneceram seu software sob leasing de equipamento, na qual o pagamento foi distribuído durante a vida útil do produto. A ADR reteve a propriedade e pôde controlar a revenda e a reutilização.</para>
+
+ <para>Em 1969, o Departamento de Justiça dos EUA acusou a IBM de destruir negócios e empresas com seu agrupamento de software livre e hardware IBM. Como resultado deste processo, a IBM separou seu software; isto é, os softwares tornaram-se produtos independentes e separados do hardware.</para>
+
+ <para>Em 1968, a Informatics apresentou o primeiro software comercial revolucionário e rapidamente foi estabelecido o conceito do produto de software, da empresa de software e de taxas de retorno bem altas. A Informatics desenvolveu a licença perpétua que agora é comum em toda a indústria de computadores, onde a propriedade do software nunca é transferida para o cliente.</para>
+</sect1>
+
+<sect1 xml:id="unix-license">
+ <title>Unix de uma Perspectiva de Licenciamento BSD</title>
+
+ <para>A AT&amp;T, que detinha a implementação original do Unix, era um monopólio regulado publicamente e amarrado a um tribunal anti-trust; ela foi legalmente impossibilitada de vender um produto no mercado de software. Entretanto, ela podia fornece-lo a instituições acadêmicas pelo preço da mídia.</para>
+
+ <para>As universidades adotaram rapidamente o Unix depois da divulgação de sua disponibilidade em uma conferência de Sistema Operacional. Foi extremamente útil o Unix rodar no PDP-11, um computador de 16 bits muito acessível na época, e que foi codificado em uma linguagem de alto nível, que era comprovadamente boa para a programação de sistemas. O DEC PDP-11 tinha, na verdade, uma interface de hardware aberta, projetada para tornar mais fácil para os clientes escreverem seus próprios sistemas operacionais, o que era comum. O famoso fundador da DEC, Ken Olsen, proclamou que <quote>o software vem do céu quando você tem um bom hardware</quote>.</para>
+
+ <para>O autor do Unix, Ken Thompson, retornou à Universidade da Califórnia de Berkeley (UCB) em 1975, e lecionou sobre o kernel linha por linha. Isso acabou resultando em um sistema evoluído conhecido como BSD (Berkeley Standard Distribution). A UCB converteu o Unix em 32 bits, adicionou memória virtual e implementou a stack TCP/IP, a qual foi essencialmente necessária para a construção da Internet. A UCB disponibilizou o BSD pelo custo da mídia, e isso ficou conhecido como <quote>a licença BSD</quote>. Um cliente comprava o Unix da AT&amp;T e depois comprava uma fita BSD da UCB.</para>
+
+ <para>Em meados da década de 80, um processo anti-trust governamental contra a ATT resultou no seu desmembramento. A ATT ainda possuía o Unix e a partir daquele momento podia vendê-lo. Então a ATT embarcou em um esforço agressivo de licenciamento e a maioria dos Unixes comerciais da época tornaram-se derivações do Unix ATT.</para>
+
+ <para>No início dos anos 90, a ATT processou a UCB por violações de licenças relacionadas ao BSD. A UCB descobriu que a ATT havia incorporado, sem reconhecimento ou pagamento, muitas melhorias nos produtos da ATT originadas no BSD, e isso resultou em um longo processo judicial entre a ATT e a UCB. Durante esse período, alguns programadores da UCB embarcaram em um projeto para reescrever todos os códigos ATT que estavam associados ao BSD. Este projeto resultou em um sistema chamado BSD 4.4-lite (lite porque não era um sistema completo; faltavam 6 arquivos-chave ATT).</para>
+
+ <para>Uma longa série de artigos foram publicados um pouco depois disso na revista Dr. Dobbs, que descreviam uma versão do Unix derivada do BSD para PC 386, na qual os 6 arquivos que estavam faltando no 4.4 lite foram substituídos por arquivos de licença BSD. Este sistema, chamado 386BSD, foi devido ao ex programador da UCB, William Jolitz. Ele se tornou a base original de todos os BSD para PCs que estão atualmente em uso.</para>
+
+ <para>Em meados da década de 90, a Novell comprou os direitos do Unix da ATT e um acordo (então secreto) foi fechado para encerrar o processo. A UCB logo encerrou seu suporte para o BSD.</para>
+</sect1>
+
+<sect1 xml:id="current-bsdl">
+ <title>O Estado Atual das Licenças FreeBSD e BSD</title>
+
+ <para>A chamada <link xlink:href="http://www.opensource.org/licenses/bsd-license.php">nova licença BSD</link> aplicada ao FreeBSD nos últimos anos é efetivamente uma afirmação de que você pode fazer qualquer coisa com o programa ou seu código fonte, mas você não tem nenhuma garantia e nenhum dos autores tem qualquer responsabilidade (basicamente, você não pode processar ninguém). Esta nova licença BSD destina-se a incentivar a comercialização de produtos. Qualquer código BSD pode ser vendido ou incluído em produtos proprietários, sem quaisquer restrições quanto à disponibilidade do seu código ou seu comportamento futuro.</para>
+
+ <para>Não confunda a nova licença BSD com <quote>domínio público</quote>. Enquanto um item no domínio público também é gratuito para todos, ele não possui um proprietário.</para>
+
+</sect1>
+
+<sect1 xml:id="origins-gpl">
+ <title>As origens da GPL</title>
+
+ <para>Enquanto o futuro do Unix era tão confuso no final dos anos 80 e início dos anos 90, a GPL, um outro desenvolvimento com importantes considerações sobre licenciamento, surgiu.</para>
+
+ <para>Richard Stallman, o desenvolvedor do Emacs, era membro da equipe do MIT quando seu laboratório mudou de sistemas domésticos para sistemas proprietários. Stallman ficou chateado quando descobriu que não podia adicionar legalmente pequenas melhorias ao sistema. (Muitos dos colegas de trabalho de Stallman tinham saído para formar duas empresas com base em software desenvolvido no MIT e licenciado pelo MIT; parece ter havido desacordo sobre o acesso ao código-fonte desse software). Stallman criou uma alternativa para a licença de software comercial e a chamou de GPL, ou "GNU Public License". Ele também fundou uma fundação sem fins lucrativos, a <link xlink:href="http://www.fsf.org">Free Software Foundation</link> (FSF), que pretendia desenvolver um sistema operacional completo, incluindo todos os softwares associados, e que não estaria sujeito a uma licença proprietária. Este sistema foi chamado de GNU, que significa "GNU is Not Unix".</para>
+
+ <para>A GPL foi projetada para ser o oposto da licença proprietária padrão. Para este fim, quaisquer modificações que eram feitas a um programa GPL tinham que ser devolvidas à comunidade GPL (exigindo que o código fonte do programa fosse disponibilizado para o usuário) e que qualquer programa que utilizar ou linkar com código GPL, teria que estar sob a GPL. A GPL pretendia impedir que o software se tornasse proprietário. Como o último parágrafo da GPL afirma:</para>
+
+ <para><quote>This General Public License does not permit incorporating your program into proprietary programs.</quote>[1]</para>
+
+ <para>A <link xlink:href="http://www.opensource.org/licenses/gpl-license.php">GPL</link> é uma licença complexa, então aqui estão algumas regras básicas ao usar a GPL:</para>
+
+ <itemizedlist>
+
+ <listitem><para>você pode cobrar o quanto quiser para distribuir, dar suporte ou documentar o software, mas não pode vender o software em si.</para></listitem>
+
+ <listitem><para>a regra básica indica que, se um código fonte GPL for necessário para um programa compilar, então o programa deve estar sob a GPL. Linkar estaticamente a uma biblioteca GPL requer que um programa esteja sob a GPL.</para></listitem>
+
+ <listitem><para>a GPL exige que quaisquer patentes associadas ao software GPL sejam licenciadas para uso livre de todos.</para></listitem>
+
+ <listitem><para>simplesmente agregar softwares juntos, como quando vários programas são colocados em um disco, não conta como inclusão de programas GPL em programas não-GPL.</para></listitem>
+
+ <listitem><para>o que se resulta de um programa não conta como um trabalho derivado. Isso permite que o compilador gcc seja utilizado em ambientes comerciais sem problemas legais.</para></listitem>
+
+ <listitem><para>como o kernel do Linux está sob a GPL, qualquer código estaticamente linkado ao kernel do Linux deve ser GPL. Este requisito pode ser contornado ao linkar dinamicamente módulos carregáveis do kernel. Isso permite que as empresas distribuam drivers binários, mas geralmente tem a desvantagem de que eles só funcionarão para versões específicas do kernel do Linux.</para></listitem>
+ </itemizedlist>
+
+ <para>Devido em parte à sua complexidade, em muitas partes do mundo hoje as legalidades da GPL estão sendo ignoradas em relação ao Linux e softwares relacionados. As ramificações de longo prazo por causa disso não são claras.</para>
+
+</sect1>
+
+<sect1 xml:id="origins-lgpl">
+ <title>As origens do Linux e da LGPL</title>
+
+ <para>Enquanto as guerras comerciais do Unix se intensificavam, o kernel do Linux foi desenvolvido como um clone do PC Unix. Linus Torvalds credita a existência do compilador GNU C e das ferramentas GNU associadas pela existência do Linux. Ele colocou o kernel do Linux sob a GPL.</para>
+
+ <para>Lembre-se de que a GPL requer que qualquer software que seja estaticamente linkado a um código GPL, também seja colocado sob a GPL. O código fonte desse software deve ser disponibilizado ao usuário do programa. O link dinâmico, no entanto, não é considerado uma violação da GPL. A pressão para colocar aplicativos proprietários no Linux tornou-se esmagadora. Tais aplicativos geralmente precisavam se linkar a bibliotecas do sistema. Isso resultou em uma versão modificada da GPL chamada <link xlink:href="http://www.opensource.org/licenses/lgpl-license.php">LGPL</link> ("Library", e depois renomeado para "Lesser", GPL). A LGPL permite que o código proprietário faça link com à biblioteca GNU C, glibc. Você não precisa liberar o código-fonte para um software que foi linkado dinamicamente a uma biblioteca LGPL.</para>
+
+ <para>Se você linkar estaticamente uma aplicação com a glibc, o que geralmente é necessário em sistemas embarcados, não será possível manter seu aplicativo proprietário, isto é, o código fonte deve ser liberado. Tanto a GPL quanto a LGPL requerem que qualquer software sob suas licenças liberem quaisquer modificações no código fonte.</para>
+
+</sect1>
+
+<sect1 xml:id="orphaning">
+ <title>Licenças Open Source e o Problema dos Softwares Orfãos</title>
+
+ <para>Um problema sério associado ao software proprietário é conhecido como <quote>orphaning</quote>. Isso ocorre quando um simples negócio falha ou quando uma mudança na estratégia de um produto faz com que uma cadeia de sistemas e empresas que dependiam deste produto, também falhem por motivos que estão fora de seus controles. Décadas de experiência mostraram que o tamanho ou o sucesso momentâneo de um fornecedor de software não é uma garantia de que seu software permanecerá disponível, pois as condições e estratégias atuais do mercado podem mudar rapidamente.</para>
+
+ <para>A GPL tenta impedir o software órfão cortando o link para a propriedade intelectual proprietária.</para>
+
+ <para>Uma licença BSD concede a uma pequena empresa o equivalente a um software-in-escrow sem quaisquer complicações ou custos legais. Se um programa licenciado pela BSD se torna órfão, uma empresa pode simplesmente assumir, de maneira proprietária, o programa do qual eles são dependentes. Uma situação ainda melhor ocorre quando uma base de código BSD é mantida por um pequeno consórcio informal, uma vez que o processo de desenvolvimento não depende da sobrevivência de uma única empresa ou de uma linha de produtos. A capacidade de sobrevivência da equipe de desenvolvimento quando eles estão mentalmente seguros é muito mais importante do que a simples disponibilidade física do código-fonte.</para>
+
+</sect1>
+
+<sect1 xml:id="license-cannot">
+ <title>O que uma licença não pode fazer</title>
+
+ <para>Nenhuma licença pode garantir disponibilidade futura do software. Embora um detentor de direitos autorais possa tradicionalmente mudar os termos de um direito autoral a qualquer momento, a presunção na comunidade BSD é de que tal tentativa simplesmente faz com que o código fonte seja derivado (fork).</para>
+
+ <para>A GPL proíbe explicitamente a revogação da licença. Ocorreu no entanto, que uma empresa (Mattel) comprou um copyright GPL (cphack), e revogou todo o direito autoral, foi a tribunal e conseguiu prevalecer [2]. Ou seja, eles revogaram legalmente toda a distribuição e todos os trabalhos derivados com base nos direitos autorais. Se isso pode acontecer com uma distribuição maior e mais dispersa, fica uma questão em aberto; Há também alguma confusão sobre se o software estava realmente sob a GPL.</para>
+
+ <para>Em outro exemplo, a Red Hat comprou a Cygnus, uma empresa de engenharia que havia assumido o desenvolvimento das ferramentas de compilação da FSF. A Cygnus foi capaz de fazer isso porque eles desenvolveram um modelo de negócios no qual eles vendiam suporte para o software GNU. Isso permitiu que eles empregassem cerca de 50 engenheiros e os orientassem na direção dos programas, contribuindo com a preponderância de modificações. Como afirma Donald Rosenberg, "projetos usando licenças como a GPL ... vivem sob constante ameaça de que alguém assuma o projeto produzindo uma versão melhor do código e fazendo isso mais rápido que os proprietários originais". [3]</para>
+
+</sect1>
+
+<sect1 xml:id="gpl-advantages">
+ <title>Vantagens e Desvantagens da GPL</title>
+
+ <para>Um motivo comum para usar a GPL é ao modificar ou criar extensões ao compilador gcc. Isso é particularmente apropriado quando se trabalha com CPUs especiais únicas em ambientes em que todos os custos de software provavelmente são considerados como despesas gerais, com expectativas mínimas de que outros usarão o compilador resultante.</para>
+
+ <para>A GPL também é atraente para pequenas empresas que vendem CDs em um ambiente em que o "buy-low, sell-high" ainda pode dar ao usuário final um produto muito barato. Também é atraente para empresas que esperam sobreviver fornecendo várias formas de suporte técnico, incluindo documentação, para o mundo da propriedade intelectual GPL.</para>
+
+ <para>Um uso menos divulgado e não intencional da GPL é que ela é muito favorável a grandes empresas que querem minar empresas de software. Em outras palavras, a GPL é bem adequada para uso como arma de marketing, reduzindo potencialmente o benefício econômico geral e contribuindo para o comportamento monopolista.</para>
+
+ <para>A GPL pode representar um problema real para aqueles que desejam comercializar e lucrar com software. Por exemplo, a GPL aumenta a dificuldade que um estudante de pós-graduação terá em formar diretamente uma empresa para comercializar seus resultados de pesquisa, ou a dificuldade que um aluno terá em ingressar em uma empresa com a suposição de que um promissor projeto de pesquisa será comercializado.</para>
+
+ <para>Para aqueles que precisam trabalhar com implementações linkadas estaticamente em vários modelos de software, a GPL é geralmente uma licença ruim, porque impede o uso de implementações proprietárias dos modelos. A GPL minimiza, assim, o número de programas que podem ser compilados usando o modelo GPL. A GPL tinha como objetivo não fornecer um mecanismo para desenvolver um padrão na engenharia de produtos proprietários. (Isso não se aplica a aplicativos Linux porque eles não usam links estáticos, em vez disso, usam uma trap-based API.)</para>
+
+ <para>A GPL tenta fazer com que os programadores contribuam para um conjunto de programas em desenvolvimento, para então competir na distribuição e suporte deste conjunto. Essa situação não é realista para muitos dos padrões de sistema exigidos, que podem ser aplicados em ambientes amplamente diferentes, e que exigem personalização comercial ou integração com padrões legados sob licenças existentes (não-GPL). Os sistemas real-time usam frequentemente links estáticos, de modo que a GPL e a LGPL são definitivamente consideradas problemas potenciais por muitas empresas de sistemas embarcados.</para>
+
+ <para>A GPL é uma tentativa de manter os trabalhos disponíveis, independentemente da demanda nos estágios de pesquisa e desenvolvimento. Isso maximiza os benefícios para pesquisadores e desenvolvedores, a um custo desconhecido para aqueles que se beneficiariam de uma distribuição mais ampla.</para>
+
+ <para>A GPL foi projetada para impedir que os resultados de uma pesquisa sejam transferidos para produtos proprietários. Este passo é frequentemente considerado o último passo no pipeline tradicional de transferência de tecnologia e é geralmente o mais difícil mesmo sob as melhores circunstâncias; a GPL pretendia tornar isso impossível.</para>
+
+</sect1>
+
+<sect1 xml:id="bsd-advantages">
+ <title>Vantagens da licença BSD</title>
+
+ <para>Uma licença de estilo BSD é uma boa opção para pesquisas de longa duração ou outros projetos que precisam de um ambiente de desenvolvimento que:</para>
+
+ <itemizedlist>
+
+ <listitem><para>tem custo próximo a zero</para></listitem>
+ <listitem><para>irá evoluir durante um longo período de tempo</para></listitem>
+ <listitem><para>permite que qualquer pessoa mantenha a opção de comercializar os resultados finais com problemas legais mínimos.</para></listitem>
+ </itemizedlist>
+
+ <para>Esta consideração final pode muitas vezes ser a dominante, como foi quando o projeto Apache decidiu sua licença:</para>
+
+ <para><quote>Este tipo de licença é ideal para promover o uso de um corpo de referência de código que implementa um protocolo para um serviço comum. Esta é outra razão pela qual a escolhemos para o grupo Apache - muitos de nós queriam que o HTTP sobrevivesse e se tornasse um verdadeiro padrão multipartidário, e não nos importaríamos nem um pouco se a Microsoft ou a Netscape escolhessem incorporar nosso mecanismo HTTP ou qualquer outro componente de nosso código em seus produtos, se isso ajudasse a manter o objetivo comum de manter o HTTP universal... Tudo isso significa que, estrategicamente falando, o projeto precisa manter ímpeto suficiente e que os participantes percebam um maior valor contribuindo com seu código para o projeto, mesmo código que teria valor se fosse mantido proprietário.</quote></para>
+
+ <para>Os desenvolvedores tendem a achar a licença BSD atrativa, pois ela mantém os problemas legais fora do caminho e permite que eles façam o que quiserem com o código. Em contraste, aqueles que esperam principalmente usar um sistema em vez de programá-lo, ou que esperam que outros evoluam o código, ou aqueles que não esperam ganhar a vida com seu trabalho associado ao sistema (como funcionários do governo), achem a GPL atraente, porque força o código desenvolvido por outros a ser dado a eles de volta e impede que os seus empregadores retenham os direitos autorais e, portanto, potencialmente "enterra" o problema de software órfão. Se você quiser forçar seus concorrentes a ajudá-lo, a GPL é atraente.</para>
+
+ <para>Uma licença BSD não é simplesmente um presente. A pergunta <quote>por que devemos ajudar nossos concorrentes ou deixá-los roubar nosso trabalho?</quote> surge frequentemente em relação a uma licença BSD. Sob uma licença BSD, se uma empresa vier a dominar um nicho de produto que outros consideram estratégico, as outras empresas podem, com esforço mínimo, formar um mini consórcio visando restabelecer a paridade, contribuindo para uma variante BSD competitiva que aumente a competição e a justiça no mercado. Isso permite que cada empresa acredite que será capaz de lucrar com alguma vantagem que ela possa proporcionar, ao mesmo tempo em que contribui para a flexibilidade e eficiência econômica. Quanto mais rápido e fácil os membros cooperantes puderem fazer isso, maior sucesso eles terão. Uma licença BSD é essencialmente uma licença minimamente complicada que permite tal comportamento.</para>
+
+ <para>Um efeito chave da GPL é fazer com que um sistema Open Source completo e competitivo seja amplamente disponibilizado ao custo de mídia, e isso é uma meta razoável. Uma licença no estilo BSD, em conjunto com consórcios ad-hoc de indivíduos, pode atingir essa meta sem destruir as premissas econômicas construídas em torno da implementação final do pipeline de transferência de tecnologia.</para>
+
+</sect1>
+
+<sect1 xml:id="recommendations">
+ <title>Recomendações Específicas para usar uma licença BSD</title>
+
+ <itemizedlist>
+
+ <listitem><para>A licença BSD é preferível para a transferência de resultados de pesquisa de uma maneira que seja largamente implantada e que mais beneficie uma economia. Como tal, as agências de financiamento de pesquisa, como a NSF, ONR e DARPA, devem encorajar nas fases iniciais dos projetos de pesquisa financiados, a adoção de licenças de estilo BSD para software, dados, resultados e hardware aberto. Eles também devem incentivar a formação de padrões baseados em sistemas Open Source implementados e projetos Open Source em andamento.</para></listitem>
+
+ <listitem><para>A política do governo deve minimizar os custos e as dificuldades de passar da pesquisa para a implantação. Quando possível, os subsídios devem exigir que os resultados estejam disponíveis sob uma licença de estilo BSD amigável à comercialização.</para></listitem>
+
+ <listitem><para>Em muitos casos, os resultados de longo prazo de uma licença de estilo BSD refletem com mais precisão os objetivos proclamados na carta de pesquisa das universidades do que ocorre quando os resultados são protegidos por direitos autorais ou patenteados e sujeitos ao licenciamento universitário proprietário. Existem evidências casuais de que as universidades são financeiramente mais bem recompensadas a longo prazo, divulgando resultados de pesquisa e apelando para doações de ex-alunos de sucesso comercial.</para></listitem>
+
+ <listitem><para>As empresas há muito reconheceram que a criação de padrões de facto é uma técnica de marketing fundamental. A licença BSD serve bem a essa função se uma empresa tiver realmente uma vantagem exclusiva na evolução do sistema. A licença é legalmente atraente para o público mais amplo, enquanto a expertise da empresa garante o seu controle. Há momentos em que a GPL pode ser o veículo apropriado para uma tentativa de criar tal padrão, especialmente quando se tenta prejudicar ou cooptar outras pessoas. A GPL, no entanto, penaliza a evolução desse padrão, porque promove um conjunto em vez de um padrão comercialmente aplicável. O uso de tal conjunto constantemente sofre um aumento de problemas legais e comerciais. E pode não ser possível misturar padrões quando alguns estão sob a GPL e outros não. Um verdadeiro padrão técnico não deve obrigar a exclusão de outros padrões por razões não técnicas.</para></listitem>
+
+ <listitem><para>As empresas interessadas em promover um padrão em evolução, que pode se tornar o núcleo dos produtos comerciais de outras empresas, devem ter cuidado com a GPL. Independentemente da licença usada, o software resultante geralmente será transferido para quem realmente faz a maioria das alterações de engenharia e que mais entende o estado do sistema. A GPL simplesmente adiciona mais atrito legal ao resultado.</para></listitem>
+
+ <listitem><para>Grandes empresas, nas quais código Open Source é desenvolvido, devem estar cientes de que os programadores apreciam o Open Source porque ele deixa o software disponível para o funcionário quando ele mudar de empregador. Algumas empresas encorajam esse comportamento como uma vantagem de emprego, especialmente quando o software em questão não é diretamente estratégico. Trata-se, na verdade, de um benefício antecipado com possíveis custos de oportunidade perdidas, mas sem custos diretos. Incentivar os funcionários a trabalhar pela aclamação dos colegas fora da empresa é um benefício barato que uma uma empresa pode, por vezes, fornecer com desvantagem quase zero.</para></listitem>
+
+ <listitem><para>Pequenas empresas com projetos de software vulneráveis ao software órfão, devem tentar usar a licença BSD sempre que possível. Empresas de todos os portes devem considerar a formação de tais projetos Open Source quando for vantajoso manter mínimas as despesas legais e organizacionais associadas a um verdadeiro projeto Open Source de estilo BSD.</para></listitem>
+
+ <listitem><para>As organizações sem fins lucrativos devem participar de projetos Open Source sempre que possível. Para minimizar os problemas de engenharia de software, como a mistura de código sob diferentes licenças, as licenças no estilo BSD devem ser incentivadas. Desconfiar da GPL deve ser particularmente o caso de organizações sem fins lucrativos que interagem com o mundo de desenvolvimento. Em alguns locais onde a aplicação da lei se torna um exercício caro, a simplicidade da nova licença BSD, em comparação com a GPL, pode ser de considerável vantagem.</para></listitem>
+
+ </itemizedlist>
+
+</sect1>
+
+<sect1 xml:id="conclusion">
+ <title>Conclusão</title>
+
+ <para>Em contraste com a GPL, que é projetada para impedir a comercialização proprietária do código Open Source, a licença BSD impõe restrições mínimas sobre o comportamento futuro. Isso permite que o código BSD permaneça como código aberto ou se integre a soluções comerciais, à medida que as necessidades de um projeto ou empresa mudam. Em outras palavras, a licença BSD não se torna uma bomba-relógio legal em nenhum ponto do processo de desenvolvimento.</para>
+
+ <para>Além disso, como a licença BSD não vem com a complexidade legal das licenças GPL ou LGPL, ela permite que desenvolvedores e empresas gastem seu tempo criando e promovendo um bom código, em vez de se preocupar se esse código viola algum licenciamento.</para>
+
+</sect1>
+
+<sect1 xml:id="addenda">
+ <title>Adendos</title>
+
+<programlisting>
+[1] http://www.gnu.org/licenses/gpl.html
+
+[2] http://archives.cnn.com/2000/TECH/computing/03/28/cyberpatrol.mirrors/
+
+[3] Open Source: the Unauthorized White Papers, Donald K. Rosenberg, IDG Books,
+ 2000. Quotes are from page 114, ``Effects of the GNU GPL''.
+
+[4] In the "What License to Use?" section of
+ http://www.oreilly.com/catalog/opensources/book/brian.html
+
+This whitepaper is a condensation of an original work available at
+http://alumni.cse.ucsc.edu/~brucem/open_source_license.htm
+
+</programlisting>
+
+</sect1></article>
diff --git a/pt_BR.ISO8859-1/articles/bsdl-gpl/pt_BR.po b/pt_BR.ISO8859-1/articles/bsdl-gpl/pt_BR.po
new file mode 100644
index 0000000000..9086679032
--- /dev/null
+++ b/pt_BR.ISO8859-1/articles/bsdl-gpl/pt_BR.po
@@ -0,0 +1,1190 @@
+# $FreeBSD$
+# Danilo G. Baio <dbaio@FreeBSD.org>, 2018. #zanata
+# Edson Brandi <ebrandi@FreeBSD.org>, 2018. #zanata
+# Rafael Mentz Aquino <rafael@lk6.com.br>, 2018. #zanata
+msgid ""
+msgstr ""
+"Project-Id-Version: PACKAGE VERSION\n"
+"POT-Creation-Date: 2018-09-15 17:24+0000\n"
+"PO-Revision-Date: 2018-09-15 05:02+0000\n"
+"Last-Translator: Danilo G. Baio <dbaio@FreeBSD.org>\n"
+"Language-Team: \n"
+"Language: pt_BR\n"
+"MIME-Version: 1.0\n"
+"Content-Type: text/plain; charset=UTF-8\n"
+"Content-Transfer-Encoding: 8bit\n"
+"X-Generator: Zanata 4.6.2\n"
+"Plural-Forms: nplurals=2; plural=(n != 1)\n"
+
+#. Put one translator per line, in the form NAME <EMAIL>, YEAR1, YEAR2
+msgctxt "_"
+msgid "translator-credits"
+msgstr ""
+"Rafael Mentz Aquino, rafael@lk6.com.br, 2018\n"
+"Edson Brandi, ebrandi@FreeBSD.org, 2018\n"
+"Danilo G. Baio, dbaio@FreeBSD.org, 2018"
+
+#. (itstool) path: info/title
+#: article.translate.xml:5
+msgid "Why you should use a BSD style license for your Open Source Project"
+msgstr ""
+"Por que você deve usar uma licença de estilo BSD em seu Projeto Open Source"
+
+#. (itstool) path: affiliation/address
+#: article.translate.xml:9
+#, no-wrap
+msgid ""
+"<email>brucem@alumni.cse.ucsc.edu</email>\n"
+" "
+msgstr ""
+"<email>brucem@alumni.cse.ucsc.edu</email>\n"
+" "
+
+#. (itstool) path: authorgroup/author
+#: article.translate.xml:8
+msgid ""
+"<personname><firstname>Bruce</firstname><surname>Montague</surname></"
+"personname><affiliation> <_:address-1/> </affiliation>"
+msgstr ""
+"<personname><firstname>Bruce</firstname><surname>Montague</surname></"
+"personname><affiliation> <_:address-1/> </affiliation>"
+
+#. (itstool) path: legalnotice/para
+#: article.translate.xml:15
+msgid "FreeBSD is a registered trademark of the FreeBSD Foundation."
+msgstr "FreeBSD is a registered trademark of the FreeBSD Foundation."
+
+#. (itstool) path: legalnotice/para
+#: article.translate.xml:17
+msgid ""
+"Intel, Celeron, Centrino, Core, EtherExpress, i386, i486, Itanium, Pentium, "
+"and Xeon are trademarks or registered trademarks of Intel Corporation or its "
+"subsidiaries in the United States and other countries."
+msgstr ""
+"Intel, Celeron, Centrino, Core, EtherExpress, i386, i486, Itanium, Pentium, "
+"and Xeon are trademarks or registered trademarks of Intel Corporation or its "
+"subsidiaries in the United States and other countries."
+
+#. (itstool) path: legalnotice/para
+#: article.translate.xml:21
+msgid ""
+"Many of the designations used by manufacturers and sellers to distinguish "
+"their products are claimed as trademarks. Where those designations appear in "
+"this document, and the FreeBSD Project was aware of the trademark claim, the "
+"designations have been followed by the <quote>™</quote> or the <quote>®</"
+"quote> symbol."
+msgstr ""
+"Many of the designations used by manufacturers and sellers to distinguish "
+"their products are claimed as trademarks. Where those designations appear in "
+"this document, and the FreeBSD Project was aware of the trademark claim, the "
+"designations have been followed by the <quote>™</quote> or the <quote>®</"
+"quote> symbol."
+
+#. (itstool) path: info/pubdate
+#. (itstool) path: info/releaseinfo
+#: article.translate.xml:29 article.translate.xml:31
+msgid ""
+"$FreeBSD: head/en_US.ISO8859-1/articles/bsdl-gpl/article.xml 43184 "
+"2013-11-13 07:52:45Z hrs $"
+msgstr "$FreeBSD$"
+
+#. (itstool) path: sect1/title
+#: article.translate.xml:35
+msgid "Introduction"
+msgstr "Introdução"
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:37
+msgid ""
+"This document makes a case for using a BSD style license for software and "
+"data; specifically it recommends using a BSD style license in place of the "
+"GPL. It can also be read as a BSD versus GPL Open Source License "
+"introduction and summary."
+msgstr ""
+"Este documento apresenta argumentos para a utilização de uma licença de "
+"estilo BSD para software e dados; especificamente recomenda utilizar uma "
+"licença de estilo BSD no lugar de uma GPL. Também pode ser lido como uma "
+"introdução e resumo das licenças de Projeto Open Source, BSD versus GPL."
+
+#. (itstool) path: sect1/title
+#: article.translate.xml:44
+msgid "Very Brief Open Source History"
+msgstr "Uma Breve História do Open Source"
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:46
+msgid ""
+"Long before the term <quote>Open Source</quote> was used, software was "
+"developed by loose associations of programmers and freely exchanged. "
+"Starting in the early 1950's, organizations such as <link xlink:href="
+"\"http://www.share.org\">SHARE</link> and <link xlink:href=\"http://www."
+"decus.org\">DECUS</link> developed much of the software that computer "
+"hardware companies bundled with their hardware offerings. At that time "
+"computer companies were in the hardware business; anything that reduced "
+"software cost and made more programs available made the hardware companies "
+"more competitive."
+msgstr ""
+"Muito antes do termo <quote>Open Source</quote> ser utilizado, o software "
+"era desenvolvido por associações livres de programadores e os softwares eram "
+"livremente trocados ou negociados. A partir do início dos anos 50, "
+"organizações como a <link xlink:href=\"http://www.share.org\">SHARE</link> e "
+"a <link xlink:href=\"http://www.decus.org\">DECUS</link> desenvolviam grande "
+"parte do software que as empresas de hardware empacotavam em suas ofertas. "
+"Naquela época, as empresas de computadores estavam no negócio de hardware; "
+"qualquer coisa que reduzisse o custo do software e disponibilizasse mais "
+"programas tornava as empresas de hardware mais competitivas."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:56
+msgid ""
+"This model changed in the 1960's. In 1965 ADR developed the first licensed "
+"software product independent of a hardware company. ADR was competing "
+"against a free IBM package originally developed by IBM customers. ADR "
+"patented their software in 1968. To stop sharing of their program, they "
+"provided it under an equipment lease in which payment was spread over the "
+"lifetime of the product. ADR thus retained ownership and could control "
+"resale and reuse."
+msgstr ""
+"Este modelo mudou nos anos 60. Em 1965, a ADR desenvolveu o primeiro produto "
+"de software licenciado e independente de uma empresa de hardware. A ADR "
+"estava competindo contra um pacote gratuito da IBM que foi originalmente "
+"desenvolvido por seus próprios clientes. A ADR patenteou seu software em "
+"1968. Para interromper o compartilhamento de seu programa, eles forneceram "
+"seu software sob leasing de equipamento, na qual o pagamento foi distribuído "
+"durante a vida útil do produto. A ADR reteve a propriedade e pôde controlar "
+"a revenda e a reutilização."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:65
+msgid ""
+"In 1969 the US Department of Justice charged IBM with destroying businesses "
+"by bundling free software with IBM hardware. As a result of this suit, IBM "
+"unbundled its software; that is, software became independent products "
+"separate from hardware."
+msgstr ""
+"Em 1969, o Departamento de Justiça dos EUA acusou a IBM de destruir negócios "
+"e empresas com seu agrupamento de software livre e hardware IBM. Como "
+"resultado deste processo, a IBM separou seu software; isto é, os softwares "
+"tornaram-se produtos independentes e separados do hardware."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:71
+msgid ""
+"In 1968 Informatics introduced the first commercial killer-app and rapidly "
+"established the concept of the software product, the software company, and "
+"very high rates of return. Informatics developed the perpetual license which "
+"is now standard throughout the computer industry, wherein ownership is never "
+"transferred to the customer."
+msgstr ""
+"Em 1968, a Informatics apresentou o primeiro software comercial "
+"revolucionário e rapidamente foi estabelecido o conceito do produto de "
+"software, da empresa de software e de taxas de retorno bem altas. A "
+"Informatics desenvolveu a licença perpétua que agora é comum em toda a "
+"indústria de computadores, onde a propriedade do software nunca é "
+"transferida para o cliente."
+
+#. (itstool) path: sect1/title
+#: article.translate.xml:80
+msgid "Unix from a BSD Licensing Perspective"
+msgstr "Unix de uma Perspectiva de Licenciamento BSD"
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:82
+msgid ""
+"AT&amp;T, who owned the original Unix implementation, was a publicly "
+"regulated monopoly tied up in anti-trust court; it was legally unable to "
+"sell a product into the software market. It was, however, able to provide it "
+"to academic institutions for the price of media."
+msgstr ""
+"A AT&amp;T, que detinha a implementação original do Unix, era um monopólio "
+"regulado publicamente e amarrado a um tribunal anti-trust; ela foi "
+"legalmente impossibilitada de vender um produto no mercado de software. "
+"Entretanto, ela podia fornece-lo a instituições acadêmicas pelo preço da "
+"mídia."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:88
+msgid ""
+"Universities rapidly adopted Unix after an OS conference publicized its "
+"availability. It was extremely helpful that Unix ran on the PDP-11, a very "
+"affordable 16-bit computer, and was coded in a high-level language that was "
+"demonstrably good for systems programming. The DEC PDP-11 had, in effect, an "
+"open hardware interface designed to make it easy for customers to write "
+"their own OS, which was common. As DEC founder Ken Olsen famously "
+"proclaimed, <quote>software comes from heaven when you have good hardware</"
+"quote>."
+msgstr ""
+"As universidades adotaram rapidamente o Unix depois da divulgação de sua "
+"disponibilidade em uma conferência de Sistema Operacional. Foi extremamente "
+"útil o Unix rodar no PDP-11, um computador de 16 bits muito acessível na "
+"época, e que foi codificado em uma linguagem de alto nível, que era "
+"comprovadamente boa para a programação de sistemas. O DEC PDP-11 tinha, na "
+"verdade, uma interface de hardware aberta, projetada para tornar mais fácil "
+"para os clientes escreverem seus próprios sistemas operacionais, o que era "
+"comum. O famoso fundador da DEC, Ken Olsen, proclamou que <quote>o software "
+"vem do céu quando você tem um bom hardware</quote>."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:98
+msgid ""
+"Unix author Ken Thompson returned to his alma mater, University of "
+"California Berkeley (UCB), in 1975 and taught the kernel line-by-line. This "
+"ultimately resulted in an evolving system known as BSD (Berkeley Standard "
+"Distribution). UCB converted Unix to 32-bits, added virtual memory, and "
+"implemented the version of the TCP/IP stack upon which the Internet was "
+"essentially built. UCB made BSD available for the cost of media, under what "
+"became known as <quote>the BSD license</quote>. A customer purchased Unix "
+"from AT&amp;T and then ordered a BSD tape from UCB."
+msgstr ""
+"O autor do Unix, Ken Thompson, retornou à Universidade da Califórnia de "
+"Berkeley (UCB) em 1975, e lecionou sobre o kernel linha por linha. Isso "
+"acabou resultando em um sistema evoluído conhecido como BSD (Berkeley "
+"Standard Distribution). A UCB converteu o Unix em 32 bits, adicionou memória "
+"virtual e implementou a stack TCP/IP, a qual foi essencialmente necessária "
+"para a construção da Internet. A UCB disponibilizou o BSD pelo custo da "
+"mídia, e isso ficou conhecido como <quote>a licença BSD</quote>. Um cliente "
+"comprava o Unix da AT&amp;T e depois comprava uma fita BSD da UCB."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:108
+msgid ""
+"In the mid-1980s a government anti-trust case against ATT ended with the "
+"break-up of ATT. ATT still owned Unix and was now able to sell it. ATT "
+"embarked on an aggressive licensing effort and most commercial Unixes of the "
+"day became ATT-derived."
+msgstr ""
+"Em meados da década de 80, um processo anti-trust governamental contra a ATT "
+"resultou no seu desmembramento. A ATT ainda possuía o Unix e a partir "
+"daquele momento podia vendê-lo. Então a ATT embarcou em um esforço agressivo "
+"de licenciamento e a maioria dos Unixes comerciais da época tornaram-se "
+"derivações do Unix ATT."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:113
+msgid ""
+"In the early 1990's ATT sued UCB over license violations related to BSD. UCB "
+"discovered that ATT had incorporated, without acknowledgment or payment, "
+"many improvements due to BSD into ATT's products, and a lengthy court case, "
+"primarily between ATT and UCB, ensued. During this period some UCB "
+"programmers embarked on a project to rewrite any ATT code associated with "
+"BSD. This project resulted in a system called BSD 4.4-lite (lite because it "
+"was not a complete system; it lacked 6 key ATT files)."
+msgstr ""
+"No início dos anos 90, a ATT processou a UCB por violações de licenças "
+"relacionadas ao BSD. A UCB descobriu que a ATT havia incorporado, sem "
+"reconhecimento ou pagamento, muitas melhorias nos produtos da ATT originadas "
+"no BSD, e isso resultou em um longo processo judicial entre a ATT e a UCB. "
+"Durante esse período, alguns programadores da UCB embarcaram em um projeto "
+"para reescrever todos os códigos ATT que estavam associados ao BSD. Este "
+"projeto resultou em um sistema chamado BSD 4.4-lite (lite porque não era um "
+"sistema completo; faltavam 6 arquivos-chave ATT)."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:122
+msgid ""
+"A lengthy series of articles published slightly later in Dr. Dobbs magazine "
+"described a BSD-derived 386 PC version of Unix, with BSD-licensed "
+"replacement files for the 6 missing 4.4 lite files. This system, named "
+"386BSD, was due to ex-UCB programmer William Jolitz. It became the original "
+"basis of all the PC BSDs in use today."
+msgstr ""
+"Uma longa série de artigos foram publicados um pouco depois disso na revista "
+"Dr. Dobbs, que descreviam uma versão do Unix derivada do BSD para PC 386, na "
+"qual os 6 arquivos que estavam faltando no 4.4 lite foram substituídos por "
+"arquivos de licença BSD. Este sistema, chamado 386BSD, foi devido ao ex "
+"programador da UCB, William Jolitz. Ele se tornou a base original de todos "
+"os BSD para PCs que estão atualmente em uso."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:129
+msgid ""
+"In the mid 1990s, Novell purchased ATT's Unix rights and a (then secret) "
+"agreement was reached to terminate the lawsuit. UCB soon terminated its "
+"support for BSD."
+msgstr ""
+"Em meados da década de 90, a Novell comprou os direitos do Unix da ATT e um "
+"acordo (então secreto) foi fechado para encerrar o processo. A UCB logo "
+"encerrou seu suporte para o BSD."
+
+#. (itstool) path: sect1/title
+#: article.translate.xml:135
+msgid "The Current State of FreeBSD and BSD Licenses"
+msgstr "O Estado Atual das Licenças FreeBSD e BSD"
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:137
+msgid ""
+"The so-called <link xlink:href=\"http://www.opensource.org/licenses/bsd-"
+"license.php\"> new BSD license</link> applied to FreeBSD within the last few "
+"years is effectively a statement that you can do anything with the program "
+"or its source, but you do not have any warranty and none of the authors has "
+"any liability (basically, you cannot sue anybody). This new BSD license is "
+"intended to encourage product commercialization. Any BSD code can be sold or "
+"included in proprietary products without any restrictions on the "
+"availability of your code or your future behavior."
+msgstr ""
+"A chamada <link xlink:href=\"http://www.opensource.org/licenses/bsd-license."
+"php\">nova licença BSD</link> aplicada ao FreeBSD nos últimos anos é "
+"efetivamente uma afirmação de que você pode fazer qualquer coisa com o "
+"programa ou seu código fonte, mas você não tem nenhuma garantia e nenhum dos "
+"autores tem qualquer responsabilidade (basicamente, você não pode processar "
+"ninguém). Esta nova licença BSD destina-se a incentivar a comercialização de "
+"produtos. Qualquer código BSD pode ser vendido ou incluído em produtos "
+"proprietários, sem quaisquer restrições quanto à disponibilidade do seu "
+"código ou seu comportamento futuro."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:147
+msgid ""
+"Do not confuse the new BSD license with <quote>public domain</quote>. While "
+"an item in the public domain is also free for all to use, it has no owner."
+msgstr ""
+"Não confunda a nova licença BSD com <quote>domínio público</quote>. Enquanto "
+"um item no domínio público também é gratuito para todos, ele não possui um "
+"proprietário."
+
+#. (itstool) path: sect1/title
+#: article.translate.xml:154
+msgid "The origins of the GPL"
+msgstr "As origens da GPL"
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:156
+msgid ""
+"While the future of Unix had been so muddled in the late 1980s and early "
+"1990s, the GPL, another development with important licensing considerations, "
+"reached fruition."
+msgstr ""
+"Enquanto o futuro do Unix era tão confuso no final dos anos 80 e início dos "
+"anos 90, a GPL, um outro desenvolvimento com importantes considerações sobre "
+"licenciamento, surgiu."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:160
+msgid ""
+"Richard Stallman, the developer of Emacs, was a member of the staff at MIT "
+"when his lab switched from home-grown to proprietary systems. Stallman "
+"became upset when he found that he could not legally add minor improvements "
+"to the system. (Many of Stallman's co-workers had left to form two companies "
+"based on software developed at MIT and licensed by MIT; there appears to "
+"have been disagreement over access to the source code for this software). "
+"Stallman devised an alternative to the commercial software license and "
+"called it the GPL, or \"GNU Public License\". He also started a non-profit "
+"foundation, the <link xlink:href=\"http://www.fsf.org\">Free Software "
+"Foundation</link> (FSF), which intended to develop an entire operating "
+"system, including all associated software, that would not be subject to "
+"proprietary licensing. This system was called GNU, for \"GNU is Not Unix\"."
+msgstr ""
+"Richard Stallman, o desenvolvedor do Emacs, era membro da equipe do MIT "
+"quando seu laboratório mudou de sistemas domésticos para sistemas "
+"proprietários. Stallman ficou chateado quando descobriu que não podia "
+"adicionar legalmente pequenas melhorias ao sistema. (Muitos dos colegas de "
+"trabalho de Stallman tinham saído para formar duas empresas com base em "
+"software desenvolvido no MIT e licenciado pelo MIT; parece ter havido "
+"desacordo sobre o acesso ao código-fonte desse software). Stallman criou uma "
+"alternativa para a licença de software comercial e a chamou de GPL, ou \"GNU "
+"Public License\". Ele também fundou uma fundação sem fins lucrativos, a "
+"<link xlink:href=\"http://www.fsf.org\">Free Software Foundation</link> "
+"(FSF), que pretendia desenvolver um sistema operacional completo, incluindo "
+"todos os softwares associados, e que não estaria sujeito a uma licença "
+"proprietária. Este sistema foi chamado de GNU, que significa \"GNU is Not "
+"Unix\"."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:175
+msgid ""
+"The GPL was designed to be the antithesis of the standard proprietary "
+"license. To this end, any modifications that were made to a GPL program were "
+"required to be given back to the GPL community (by requiring that the source "
+"of the program be available to the user) and any program that used or linked "
+"to GPL code was required to be under the GPL. The GPL was intended to keep "
+"software from becoming proprietary. As the last paragraph of the GPL states:"
+msgstr ""
+"A GPL foi projetada para ser o oposto da licença proprietária padrão. Para "
+"este fim, quaisquer modificações que eram feitas a um programa GPL tinham "
+"que ser devolvidas à comunidade GPL (exigindo que o código fonte do programa "
+"fosse disponibilizado para o usuário) e que qualquer programa que utilizar "
+"ou linkar com código GPL, teria que estar sob a GPL. A GPL pretendia impedir "
+"que o software se tornasse proprietário. Como o último parágrafo da GPL "
+"afirma:"
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:184
+msgid ""
+"<quote>This General Public License does not permit incorporating your "
+"program into proprietary programs.</quote>[1]"
+msgstr ""
+"<quote>This General Public License does not permit incorporating your "
+"program into proprietary programs.</quote>[1]"
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:188
+msgid ""
+"The <link xlink:href=\"http://www.opensource.org/licenses/gpl-license.php"
+"\">GPL</link> is a complex license so here are some rules of thumb when "
+"using the GPL:"
+msgstr ""
+"A <link xlink:href=\"http://www.opensource.org/licenses/gpl-license.php"
+"\">GPL</link> é uma licença complexa, então aqui estão algumas regras "
+"básicas ao usar a GPL:"
+
+#. (itstool) path: listitem/para
+#: article.translate.xml:194
+msgid ""
+"you can charge as much as you want for distributing, supporting, or "
+"documenting the software, but you cannot sell the software itself."
+msgstr ""
+"você pode cobrar o quanto quiser para distribuir, dar suporte ou documentar "
+"o software, mas não pode vender o software em si."
+
+#. (itstool) path: listitem/para
+#: article.translate.xml:198
+msgid ""
+"the rule-of-thumb states that if GPL source is required for a program to "
+"compile, the program must be under the GPL. Linking statically to a GPL "
+"library requires a program to be under the GPL."
+msgstr ""
+"a regra básica indica que, se um código fonte GPL for necessário para um "
+"programa compilar, então o programa deve estar sob a GPL. Linkar "
+"estaticamente a uma biblioteca GPL requer que um programa esteja sob a GPL."
+
+#. (itstool) path: listitem/para
+#: article.translate.xml:203
+msgid ""
+"the GPL requires that any patents associated with GPLed software must be "
+"licensed for everyone's free use."
+msgstr ""
+"a GPL exige que quaisquer patentes associadas ao software GPL sejam "
+"licenciadas para uso livre de todos."
+
+#. (itstool) path: listitem/para
+#: article.translate.xml:207
+msgid ""
+"simply aggregating software together, as when multiple programs are put on "
+"one disk, does not count as including GPLed programs in non-GPLed programs."
+msgstr ""
+"simplesmente agregar softwares juntos, como quando vários programas são "
+"colocados em um disco, não conta como inclusão de programas GPL em programas "
+"não-GPL."
+
+#. (itstool) path: listitem/para
+#: article.translate.xml:212
+msgid ""
+"output of a program does not count as a derivative work. This enables the "
+"gcc compiler to be used in commercial environments without legal problems."
+msgstr ""
+"o que se resulta de um programa não conta como um trabalho derivado. Isso "
+"permite que o compilador gcc seja utilizado em ambientes comerciais sem "
+"problemas legais."
+
+#. (itstool) path: listitem/para
+#: article.translate.xml:216
+msgid ""
+"since the Linux kernel is under the GPL, any code statically linked with the "
+"Linux kernel must be GPLed. This requirement can be circumvented by "
+"dynamically linking loadable kernel modules. This permits companies to "
+"distribute binary drivers, but often has the disadvantage that they will "
+"only work for particular versions of the Linux kernel."
+msgstr ""
+"como o kernel do Linux está sob a GPL, qualquer código estaticamente linkado "
+"ao kernel do Linux deve ser GPL. Este requisito pode ser contornado ao "
+"linkar dinamicamente módulos carregáveis do kernel. Isso permite que as "
+"empresas distribuam drivers binários, mas geralmente tem a desvantagem de "
+"que eles só funcionarão para versões específicas do kernel do Linux."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:224
+msgid ""
+"Due in part to its complexity, in many parts of the world today the "
+"legalities of the GPL are being ignored in regard to Linux and related "
+"software. The long-term ramifications of this are unclear."
+msgstr ""
+"Devido em parte à sua complexidade, em muitas partes do mundo hoje as "
+"legalidades da GPL estão sendo ignoradas em relação ao Linux e softwares "
+"relacionados. As ramificações de longo prazo por causa disso não são claras."
+
+#. (itstool) path: sect1/title
+#: article.translate.xml:232
+msgid "The origins of Linux and the LGPL"
+msgstr "As origens do Linux e da LGPL"
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:234
+msgid ""
+"While the commercial Unix wars raged, the Linux kernel was developed as a PC "
+"Unix clone. Linus Torvalds credits the existence of the GNU C compiler and "
+"the associated GNU tools for the existence of Linux. He put the Linux kernel "
+"under the GPL."
+msgstr ""
+"Enquanto as guerras comerciais do Unix se intensificavam, o kernel do Linux "
+"foi desenvolvido como um clone do PC Unix. Linus Torvalds credita a "
+"existência do compilador GNU C e das ferramentas GNU associadas pela "
+"existência do Linux. Ele colocou o kernel do Linux sob a GPL."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:239
+msgid ""
+"Remember that the GPL requires anything that statically links to any code "
+"under the GPL also be placed under the GPL. The source for this code must "
+"thus be made available to the user of the program. Dynamic linking, however, "
+"is not considered a violation of the GPL. Pressure to put proprietary "
+"applications on Linux became overwhelming. Such applications often must link "
+"with system libraries. This resulted in a modified version of the GPL called "
+"the <link xlink:href=\"http://www.opensource.org/licenses/lgpl-license.php"
+"\">LGPL</link> (\"Library\", since renamed to \"Lesser\", GPL). The LGPL "
+"allows proprietary code to be linked to the GNU C library, glibc. You do not "
+"have to release the source to code which has been dynamically linked to an "
+"LGPLed library."
+msgstr ""
+"Lembre-se de que a GPL requer que qualquer software que seja estaticamente "
+"linkado a um código GPL, também seja colocado sob a GPL. O código fonte "
+"desse software deve ser disponibilizado ao usuário do programa. O link "
+"dinâmico, no entanto, não é considerado uma violação da GPL. A pressão para "
+"colocar aplicativos proprietários no Linux tornou-se esmagadora. Tais "
+"aplicativos geralmente precisavam se linkar a bibliotecas do sistema. Isso "
+"resultou em uma versão modificada da GPL chamada <link xlink:href=\"http://"
+"www.opensource.org/licenses/lgpl-license.php\">LGPL</link> (\"Library\", e "
+"depois renomeado para \"Lesser\", GPL). A LGPL permite que o código "
+"proprietário faça link com à biblioteca GNU C, glibc. Você não precisa "
+"liberar o código-fonte para um software que foi linkado dinamicamente a uma "
+"biblioteca LGPL."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:252
+msgid ""
+"If you statically link an application with glibc, such as is often required "
+"in embedded systems, you cannot keep your application proprietary, that is, "
+"the source must be released. Both the GPL and LGPL require any modifications "
+"to the code directly under the license to be released."
+msgstr ""
+"Se você linkar estaticamente uma aplicação com a glibc, o que geralmente é "
+"necessário em sistemas embarcados, não será possível manter seu aplicativo "
+"proprietário, isto é, o código fonte deve ser liberado. Tanto a GPL quanto a "
+"LGPL requerem que qualquer software sob suas licenças liberem quaisquer "
+"modificações no código fonte."
+
+#. (itstool) path: sect1/title
+#: article.translate.xml:261
+msgid "Open Source licenses and the Orphaning Problem"
+msgstr "Licenças Open Source e o Problema dos Softwares Orfãos"
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:263
+msgid ""
+"One of the serious problems associated with proprietary software is known as "
+"<quote>orphaning</quote>. This occurs when a single business failure or "
+"change in a product strategy causes a huge pyramid of dependent systems and "
+"companies to fail for reasons beyond their control. Decades of experience "
+"have shown that the momentary size or success of a software supplier is no "
+"guarantee that their software will remain available, as current market "
+"conditions and strategies can change rapidly."
+msgstr ""
+"Um problema sério associado ao software proprietário é conhecido como "
+"<quote>orphaning</quote>. Isso ocorre quando um simples negócio falha ou "
+"quando uma mudança na estratégia de um produto faz com que uma cadeia de "
+"sistemas e empresas que dependiam deste produto, também falhem por motivos "
+"que estão fora de seus controles. Décadas de experiência mostraram que o "
+"tamanho ou o sucesso momentâneo de um fornecedor de software não é uma "
+"garantia de que seu software permanecerá disponível, pois as condições e "
+"estratégias atuais do mercado podem mudar rapidamente."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:272
+msgid ""
+"The GPL attempts to prevent orphaning by severing the link to proprietary "
+"intellectual property."
+msgstr ""
+"A GPL tenta impedir o software órfão cortando o link para a propriedade "
+"intelectual proprietária."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:275
+msgid ""
+"A BSD license gives a small company the equivalent of software-in-escrow "
+"without any legal complications or costs. If a BSD-licensed program becomes "
+"orphaned, a company can simply take over, in a proprietary manner, the "
+"program on which they are dependent. An even better situation occurs when a "
+"BSD code-base is maintained by a small informal consortium, since the "
+"development process is not dependent on the survival of a single company or "
+"product line. The survivability of the development team when they are "
+"mentally in the zone is much more important than simple physical "
+"availability of the source code."
+msgstr ""
+"Uma licença BSD concede a uma pequena empresa o equivalente a um software-in-"
+"escrow sem quaisquer complicações ou custos legais. Se um programa "
+"licenciado pela BSD se torna órfão, uma empresa pode simplesmente assumir, "
+"de maneira proprietária, o programa do qual eles são dependentes. Uma "
+"situação ainda melhor ocorre quando uma base de código BSD é mantida por um "
+"pequeno consórcio informal, uma vez que o processo de desenvolvimento não "
+"depende da sobrevivência de uma única empresa ou de uma linha de produtos. A "
+"capacidade de sobrevivência da equipe de desenvolvimento quando eles estão "
+"mentalmente seguros é muito mais importante do que a simples disponibilidade "
+"física do código-fonte."
+
+#. (itstool) path: sect1/title
+#: article.translate.xml:289
+msgid "What a license cannot do"
+msgstr "O que uma licença não pode fazer"
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:291
+msgid ""
+"No license can guarantee future software availability. Although a copyright "
+"holder can traditionally change the terms of a copyright at anytime, the "
+"presumption in the BSD community is that such an attempt simply causes the "
+"source to fork."
+msgstr ""
+"Nenhuma licença pode garantir disponibilidade futura do software. Embora um "
+"detentor de direitos autorais possa tradicionalmente mudar os termos de um "
+"direito autoral a qualquer momento, a presunção na comunidade BSD é de que "
+"tal tentativa simplesmente faz com que o código fonte seja derivado (fork)."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:297
+msgid ""
+"The GPL explicitly disallows revoking the license. It has occurred, however, "
+"that a company (Mattel) purchased a GPL copyright (cphack), revoked the "
+"entire copyright, went to court, and prevailed [2]. That is, they legally "
+"revoked the entire distribution and all derivative works based on the "
+"copyright. Whether this could happen with a larger and more dispersed "
+"distribution is an open question; there is also some confusion regarding "
+"whether the software was really under the GPL."
+msgstr ""
+"A GPL proíbe explicitamente a revogação da licença. Ocorreu no entanto, que "
+"uma empresa (Mattel) comprou um copyright GPL (cphack), e revogou todo o "
+"direito autoral, foi a tribunal e conseguiu prevalecer [2]. Ou seja, eles "
+"revogaram legalmente toda a distribuição e todos os trabalhos derivados com "
+"base nos direitos autorais. Se isso pode acontecer com uma distribuição "
+"maior e mais dispersa, fica uma questão em aberto; Há também alguma confusão "
+"sobre se o software estava realmente sob a GPL."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:307
+msgid ""
+"In another example, Red Hat purchased Cygnus, an engineering company that "
+"had taken over development of the FSF compiler tools. Cygnus was able to do "
+"so because they had developed a business model in which they sold support "
+"for GNU software. This enabled them to employ some 50 engineers and drive "
+"the direction of the programs by contributing the preponderance of "
+"modifications. As Donald Rosenberg states \"projects using licenses like the "
+"GPL...live under constant threat of having someone take over the project by "
+"producing a better version of the code and doing it faster than the original "
+"owners.\" [3]"
+msgstr ""
+"Em outro exemplo, a Red Hat comprou a Cygnus, uma empresa de engenharia que "
+"havia assumido o desenvolvimento das ferramentas de compilação da FSF. A "
+"Cygnus foi capaz de fazer isso porque eles desenvolveram um modelo de "
+"negócios no qual eles vendiam suporte para o software GNU. Isso permitiu que "
+"eles empregassem cerca de 50 engenheiros e os orientassem na direção dos "
+"programas, contribuindo com a preponderância de modificações. Como afirma "
+"Donald Rosenberg, \"projetos usando licenças como a GPL ... vivem sob "
+"constante ameaça de que alguém assuma o projeto produzindo uma versão melhor "
+"do código e fazendo isso mais rápido que os proprietários originais\". [3]"
+
+#. (itstool) path: sect1/title
+#: article.translate.xml:321
+msgid "GPL Advantages and Disadvantages"
+msgstr "Vantagens e Desvantagens da GPL"
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:323
+msgid ""
+"A common reason to use the GPL is when modifying or extending the gcc "
+"compiler. This is particularly apt when working with one-off specialty CPUs "
+"in environments where all software costs are likely to be considered "
+"overhead, with minimal expectations that others will use the resulting "
+"compiler."
+msgstr ""
+"Um motivo comum para usar a GPL é ao modificar ou criar extensões ao "
+"compilador gcc. Isso é particularmente apropriado quando se trabalha com "
+"CPUs especiais únicas em ambientes em que todos os custos de software "
+"provavelmente são considerados como despesas gerais, com expectativas "
+"mínimas de que outros usarão o compilador resultante."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:329
+msgid ""
+"The GPL is also attractive to small companies selling CDs in an environment "
+"where \"buy-low, sell-high\" may still give the end-user a very inexpensive "
+"product. It is also attractive to companies that expect to survive by "
+"providing various forms of technical support, including documentation, for "
+"the GPLed intellectual property world."
+msgstr ""
+"A GPL também é atraente para pequenas empresas que vendem CDs em um ambiente "
+"em que o \"buy-low, sell-high\" ainda pode dar ao usuário final um produto "
+"muito barato. Também é atraente para empresas que esperam sobreviver "
+"fornecendo várias formas de suporte técnico, incluindo documentação, para o "
+"mundo da propriedade intelectual GPL."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:336
+msgid ""
+"A less publicized and unintended use of the GPL is that it is very favorable "
+"to large companies that want to undercut software companies. In other words, "
+"the GPL is well suited for use as a marketing weapon, potentially reducing "
+"overall economic benefit and contributing to monopolistic behavior."
+msgstr ""
+"Um uso menos divulgado e não intencional da GPL é que ela é muito favorável "
+"a grandes empresas que querem minar empresas de software. Em outras "
+"palavras, a GPL é bem adequada para uso como arma de marketing, reduzindo "
+"potencialmente o benefício econômico geral e contribuindo para o "
+"comportamento monopolista."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:342
+msgid ""
+"The GPL can present a real problem for those wishing to commercialize and "
+"profit from software. For example, the GPL adds to the difficulty a graduate "
+"student will have in directly forming a company to commercialize his "
+"research results, or the difficulty a student will have in joining a company "
+"on the assumption that a promising research project will be commercialized."
+msgstr ""
+"A GPL pode representar um problema real para aqueles que desejam "
+"comercializar e lucrar com software. Por exemplo, a GPL aumenta a "
+"dificuldade que um estudante de pós-graduação terá em formar diretamente uma "
+"empresa para comercializar seus resultados de pesquisa, ou a dificuldade que "
+"um aluno terá em ingressar em uma empresa com a suposição de que um "
+"promissor projeto de pesquisa será comercializado."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:349
+msgid ""
+"For those who must work with statically-linked implementations of multiple "
+"software standards, the GPL is often a poor license, because it precludes "
+"using proprietary implementations of the standards. The GPL thus minimizes "
+"the number of programs that can be built using a GPLed standard. The GPL was "
+"intended to not provide a mechanism to develop a standard on which one "
+"engineers proprietary products. (This does not apply to Linux applications "
+"because they do not statically link, rather they use a trap-based API.)"
+msgstr ""
+"Para aqueles que precisam trabalhar com implementações linkadas "
+"estaticamente em vários modelos de software, a GPL é geralmente uma licença "
+"ruim, porque impede o uso de implementações proprietárias dos modelos. A GPL "
+"minimiza, assim, o número de programas que podem ser compilados usando o "
+"modelo GPL. A GPL tinha como objetivo não fornecer um mecanismo para "
+"desenvolver um padrão na engenharia de produtos proprietários. (Isso não se "
+"aplica a aplicativos Linux porque eles não usam links estáticos, em vez "
+"disso, usam uma trap-based API.)"
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:359
+msgid ""
+"The GPL attempts to make programmers contribute to an evolving suite of "
+"programs, then to compete in the distribution and support of this suite. "
+"This situation is unrealistic for many required core system standards, which "
+"may be applied in widely varying environments which require commercial "
+"customization or integration with legacy standards under existing (non-GPL) "
+"licenses. Real-time systems are often statically linked, so the GPL and LGPL "
+"are definitely considered potential problems by many embedded systems "
+"companies."
+msgstr ""
+"A GPL tenta fazer com que os programadores contribuam para um conjunto de "
+"programas em desenvolvimento, para então competir na distribuição e suporte "
+"deste conjunto. Essa situação não é realista para muitos dos padrões de "
+"sistema exigidos, que podem ser aplicados em ambientes amplamente "
+"diferentes, e que exigem personalização comercial ou integração com padrões "
+"legados sob licenças existentes (não-GPL). Os sistemas real-time usam "
+"frequentemente links estáticos, de modo que a GPL e a LGPL são "
+"definitivamente consideradas problemas potenciais por muitas empresas de "
+"sistemas embarcados."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:369
+msgid ""
+"The GPL is an attempt to keep efforts, regardless of demand, at the research "
+"and development stages. This maximizes the benefits to researchers and "
+"developers, at an unknown cost to those who would benefit from wider "
+"distribution."
+msgstr ""
+"A GPL é uma tentativa de manter os trabalhos disponíveis, independentemente "
+"da demanda nos estágios de pesquisa e desenvolvimento. Isso maximiza os "
+"benefícios para pesquisadores e desenvolvedores, a um custo desconhecido "
+"para aqueles que se beneficiariam de uma distribuição mais ampla."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:374
+msgid ""
+"The GPL was designed to keep research results from transitioning to "
+"proprietary products. This step is often assumed to be the last step in the "
+"traditional technology transfer pipeline and it is usually difficult enough "
+"under the best of circumstances; the GPL was intended to make it impossible."
+msgstr ""
+"A GPL foi projetada para impedir que os resultados de uma pesquisa sejam "
+"transferidos para produtos proprietários. Este passo é frequentemente "
+"considerado o último passo no pipeline tradicional de transferência de "
+"tecnologia e é geralmente o mais difícil mesmo sob as melhores "
+"circunstâncias; a GPL pretendia tornar isso impossível."
+
+#. (itstool) path: sect1/title
+#: article.translate.xml:383
+msgid "BSD Advantages"
+msgstr "Vantagens da licença BSD"
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:385
+msgid ""
+"A BSD style license is a good choice for long duration research or other "
+"projects that need a development environment that:"
+msgstr ""
+"Uma licença de estilo BSD é uma boa opção para pesquisas de longa duração ou "
+"outros projetos que precisam de um ambiente de desenvolvimento que:"
+
+#. (itstool) path: listitem/para
+#: article.translate.xml:391
+msgid "has near zero cost"
+msgstr "tem custo próximo a zero"
+
+#. (itstool) path: listitem/para
+#: article.translate.xml:392
+msgid "will evolve over a long period of time"
+msgstr "irá evoluir durante um longo período de tempo"
+
+#. (itstool) path: listitem/para
+#: article.translate.xml:394
+msgid ""
+"permits anyone to retain the option of commercializing final results with "
+"minimal legal issues."
+msgstr ""
+"permite que qualquer pessoa mantenha a opção de comercializar os resultados "
+"finais com problemas legais mínimos."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:399
+msgid ""
+"This final consideration may often be the dominant one, as it was when the "
+"Apache project decided upon its license:"
+msgstr ""
+"Esta consideração final pode muitas vezes ser a dominante, como foi quando o "
+"projeto Apache decidiu sua licença:"
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:402
+msgid ""
+"<quote>This type of license is ideal for promoting the use of a reference "
+"body of code that implements a protocol for common service. This is another "
+"reason why we choose it for the Apache group - many of us wanted to see HTTP "
+"survive and become a true multiparty standard, and would not have minded in "
+"the slightest if Microsoft or Netscape choose to incorporate our HTTP engine "
+"or any other component of our code into their products, if it helped further "
+"the goal of keeping HTTP common... All this means that, strategically "
+"speaking, the project needs to maintain sufficient momentum, and that "
+"participants realize greater value by contributing their code to the "
+"project, even code that would have had value if kept proprietary.</quote>"
+msgstr ""
+"<quote>Este tipo de licença é ideal para promover o uso de um corpo de "
+"referência de código que implementa um protocolo para um serviço comum. Esta "
+"é outra razão pela qual a escolhemos para o grupo Apache - muitos de nós "
+"queriam que o HTTP sobrevivesse e se tornasse um verdadeiro padrão "
+"multipartidário, e não nos importaríamos nem um pouco se a Microsoft ou a "
+"Netscape escolhessem incorporar nosso mecanismo HTTP ou qualquer outro "
+"componente de nosso código em seus produtos, se isso ajudasse a manter o "
+"objetivo comum de manter o HTTP universal... Tudo isso significa que, "
+"estrategicamente falando, o projeto precisa manter ímpeto suficiente e que "
+"os participantes percebam um maior valor contribuindo com seu código para o "
+"projeto, mesmo código que teria valor se fosse mantido proprietário.</quote>"
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:415
+msgid ""
+"Developers tend to find the BSD license attractive as it keeps legal issues "
+"out of the way and lets them do whatever they want with the code. In "
+"contrast, those who expect primarily to use a system rather than program it, "
+"or expect others to evolve the code, or who do not expect to make a living "
+"from their work associated with the system (such as government employees), "
+"find the GPL attractive, because it forces code developed by others to be "
+"given to them and keeps their employer from retaining copyright and thus "
+"potentially \"burying\" or orphaning the software. If you want to force your "
+"competitors to help you, the GPL is attractive."
+msgstr ""
+"Os desenvolvedores tendem a achar a licença BSD atrativa, pois ela mantém os "
+"problemas legais fora do caminho e permite que eles façam o que quiserem com "
+"o código. Em contraste, aqueles que esperam principalmente usar um sistema "
+"em vez de programá-lo, ou que esperam que outros evoluam o código, ou "
+"aqueles que não esperam ganhar a vida com seu trabalho associado ao sistema "
+"(como funcionários do governo), achem a GPL atraente, porque força o código "
+"desenvolvido por outros a ser dado a eles de volta e impede que os seus "
+"empregadores retenham os direitos autorais e, portanto, potencialmente "
+"\"enterra\" o problema de software órfão. Se você quiser forçar seus "
+"concorrentes a ajudá-lo, a GPL é atraente."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:427
+msgid ""
+"A BSD license is not simply a gift. The question <quote>why should we help "
+"our competitors or let them steal our work?</quote> comes up often in "
+"relation to a BSD license. Under a BSD license, if one company came to "
+"dominate a product niche that others considered strategic, the other "
+"companies can, with minimal effort, form a mini-consortium aimed at "
+"reestablishing parity by contributing to a competitive BSD variant that "
+"increases market competition and fairness. This permits each company to "
+"believe that it will be able to profit from some advantage it can provide, "
+"while also contributing to economic flexibility and efficiency. The more "
+"rapidly and easily the cooperating members can do this, the more successful "
+"they will be. A BSD license is essentially a minimally complicated license "
+"that enables such behavior."
+msgstr ""
+"Uma licença BSD não é simplesmente um presente. A pergunta <quote>por que "
+"devemos ajudar nossos concorrentes ou deixá-los roubar nosso trabalho?</"
+"quote> surge frequentemente em relação a uma licença BSD. Sob uma licença "
+"BSD, se uma empresa vier a dominar um nicho de produto que outros consideram "
+"estratégico, as outras empresas podem, com esforço mínimo, formar um mini "
+"consórcio visando restabelecer a paridade, contribuindo para uma variante "
+"BSD competitiva que aumente a competição e a justiça no mercado. Isso "
+"permite que cada empresa acredite que será capaz de lucrar com alguma "
+"vantagem que ela possa proporcionar, ao mesmo tempo em que contribui para a "
+"flexibilidade e eficiência econômica. Quanto mais rápido e fácil os membros "
+"cooperantes puderem fazer isso, maior sucesso eles terão. Uma licença BSD é "
+"essencialmente uma licença minimamente complicada que permite tal "
+"comportamento."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:442
+msgid ""
+"A key effect of the GPL, making a complete and competitive Open Source "
+"system widely available at cost of media, is a reasonable goal. A BSD style "
+"license, in conjunction with ad-hoc-consortiums of individuals, can achieve "
+"this goal without destroying the economic assumptions built around the "
+"deployment-end of the technology transfer pipeline."
+msgstr ""
+"Um efeito chave da GPL é fazer com que um sistema Open Source completo e "
+"competitivo seja amplamente disponibilizado ao custo de mídia, e isso é uma "
+"meta razoável. Uma licença no estilo BSD, em conjunto com consórcios ad-hoc "
+"de indivíduos, pode atingir essa meta sem destruir as premissas econômicas "
+"construídas em torno da implementação final do pipeline de transferência de "
+"tecnologia."
+
+#. (itstool) path: sect1/title
+#: article.translate.xml:452
+msgid "Specific Recommendations for using a BSD license"
+msgstr "Recomendações Específicas para usar uma licença BSD"
+
+#. (itstool) path: listitem/para
+#: article.translate.xml:456
+msgid ""
+"The BSD license is preferable for transferring research results in a way "
+"that will widely be deployed and most benefit an economy. As such, research "
+"funding agencies, such as the NSF, ONR and DARPA, should encourage in the "
+"earliest phases of funded research projects, the adoption of BSD style "
+"licenses for software, data, results, and open hardware. They should also "
+"encourage formation of standards based around implemented Open Source "
+"systems and ongoing Open Source projects."
+msgstr ""
+"A licença BSD é preferível para a transferência de resultados de pesquisa de "
+"uma maneira que seja largamente implantada e que mais beneficie uma "
+"economia. Como tal, as agências de financiamento de pesquisa, como a NSF, "
+"ONR e DARPA, devem encorajar nas fases iniciais dos projetos de pesquisa "
+"financiados, a adoção de licenças de estilo BSD para software, dados, "
+"resultados e hardware aberto. Eles também devem incentivar a formação de "
+"padrões baseados em sistemas Open Source implementados e projetos Open "
+"Source em andamento."
+
+#. (itstool) path: listitem/para
+#: article.translate.xml:466
+msgid ""
+"Government policy should minimize the costs and difficulties in moving from "
+"research to deployment. When possible, grants should require results to be "
+"available under a commercialization friendly BSD style license."
+msgstr ""
+"A política do governo deve minimizar os custos e as dificuldades de passar "
+"da pesquisa para a implantação. Quando possível, os subsídios devem exigir "
+"que os resultados estejam disponíveis sob uma licença de estilo BSD amigável "
+"à comercialização."
+
+#. (itstool) path: listitem/para
+#: article.translate.xml:471
+msgid ""
+"In many cases, the long-term results of a BSD style license more accurately "
+"reflect the goals proclaimed in the research charter of universities then "
+"what occurs when results are copyrighted or patented and subject to "
+"proprietary university licensing. Anecdotal evidence exists that "
+"universities are financially better rewarded in the long run by releasing "
+"research results and then appealing to donations from commercially "
+"successful alumni."
+msgstr ""
+"Em muitos casos, os resultados de longo prazo de uma licença de estilo BSD "
+"refletem com mais precisão os objetivos proclamados na carta de pesquisa das "
+"universidades do que ocorre quando os resultados são protegidos por direitos "
+"autorais ou patenteados e sujeitos ao licenciamento universitário "
+"proprietário. Existem evidências casuais de que as universidades são "
+"financeiramente mais bem recompensadas a longo prazo, divulgando resultados "
+"de pesquisa e apelando para doações de ex-alunos de sucesso comercial."
+
+#. (itstool) path: listitem/para
+#: article.translate.xml:480
+msgid ""
+"Companies have long recognized that the creation of de facto standards is a "
+"key marketing technique. The BSD license serves this role well, if a company "
+"really has a unique advantage in evolving the system. The license is legally "
+"attractive to the widest audience while the company's expertise ensures "
+"their control. There are times when the GPL may be the appropriate vehicle "
+"for an attempt to create such a standard, especially when attempting to "
+"undermine or co-opt others. The GPL, however, penalizes the evolution of "
+"that standard, because it promotes a suite rather than a commercially "
+"applicable standard. Use of such a suite constantly raises commercialization "
+"and legal issues. It may not be possible to mix standards when some are "
+"under the GPL and others are not. A true technical standard should not "
+"mandate exclusion of other standards for non-technical reasons."
+msgstr ""
+"As empresas há muito reconheceram que a criação de padrões de facto é uma "
+"técnica de marketing fundamental. A licença BSD serve bem a essa função se "
+"uma empresa tiver realmente uma vantagem exclusiva na evolução do sistema. A "
+"licença é legalmente atraente para o público mais amplo, enquanto a "
+"expertise da empresa garante o seu controle. Há momentos em que a GPL pode "
+"ser o veículo apropriado para uma tentativa de criar tal padrão, "
+"especialmente quando se tenta prejudicar ou cooptar outras pessoas. A GPL, "
+"no entanto, penaliza a evolução desse padrão, porque promove um conjunto em "
+"vez de um padrão comercialmente aplicável. O uso de tal conjunto "
+"constantemente sofre um aumento de problemas legais e comerciais. E pode não "
+"ser possível misturar padrões quando alguns estão sob a GPL e outros não. Um "
+"verdadeiro padrão técnico não deve obrigar a exclusão de outros padrões por "
+"razões não técnicas."
+
+#. (itstool) path: listitem/para
+#: article.translate.xml:496
+msgid ""
+"Companies interested in promoting an evolving standard, which can become the "
+"core of other companies' commercial products, should be wary of the GPL. "
+"Regardless of the license used, the resulting software will usually devolve "
+"to whoever actually makes the majority of the engineering changes and most "
+"understands the state of the system. The GPL simply adds additional legal "
+"friction to the result."
+msgstr ""
+"As empresas interessadas em promover um padrão em evolução, que pode se "
+"tornar o núcleo dos produtos comerciais de outras empresas, devem ter "
+"cuidado com a GPL. Independentemente da licença usada, o software resultante "
+"geralmente será transferido para quem realmente faz a maioria das alterações "
+"de engenharia e que mais entende o estado do sistema. A GPL simplesmente "
+"adiciona mais atrito legal ao resultado."
+
+#. (itstool) path: listitem/para
+#: article.translate.xml:504
+msgid ""
+"Large companies, in which Open Source code is developed, should be aware "
+"that programmers appreciate Open Source because it leaves the software "
+"available to the employee when they change employers. Some companies "
+"encourage this behavior as an employment perk, especially when the software "
+"involved is not directly strategic. It is, in effect, a front-loaded "
+"retirement benefit with potential lost opportunity costs but no direct "
+"costs. Encouraging employees to work for peer acclaim outside the company is "
+"a cheap portable benefit a company can sometimes provide with near zero "
+"downside."
+msgstr ""
+"Grandes empresas, nas quais código Open Source é desenvolvido, devem estar "
+"cientes de que os programadores apreciam o Open Source porque ele deixa o "
+"software disponível para o funcionário quando ele mudar de empregador. "
+"Algumas empresas encorajam esse comportamento como uma vantagem de emprego, "
+"especialmente quando o software em questão não é diretamente estratégico. "
+"Trata-se, na verdade, de um benefício antecipado com possíveis custos de "
+"oportunidade perdidas, mas sem custos diretos. Incentivar os funcionários a "
+"trabalhar pela aclamação dos colegas fora da empresa é um benefício barato "
+"que uma uma empresa pode, por vezes, fornecer com desvantagem quase zero."
+
+#. (itstool) path: listitem/para
+#: article.translate.xml:515
+msgid ""
+"Small companies with software projects vulnerable to orphaning should "
+"attempt to use the BSD license when possible. Companies of all sizes should "
+"consider forming such Open Source projects when it is to their mutual "
+"advantage to maintain the minimal legal and organization overheads "
+"associated with a true BSD-style Open Source project."
+msgstr ""
+"Pequenas empresas com projetos de software vulneráveis ao software órfão, "
+"devem tentar usar a licença BSD sempre que possível. Empresas de todos os "
+"portes devem considerar a formação de tais projetos Open Source quando for "
+"vantajoso manter mínimas as despesas legais e organizacionais associadas a "
+"um verdadeiro projeto Open Source de estilo BSD."
+
+#. (itstool) path: listitem/para
+#: article.translate.xml:522
+msgid ""
+"Non-profits should participate in Open Source projects when possible. To "
+"minimize software engineering problems, such as mixing code under different "
+"licenses, BSD-style licenses should be encouraged. Being leery of the GPL "
+"should particularly be the case with non-profits that interact with the "
+"developing world. In some locales where application of law becomes a costly "
+"exercise, the simplicity of the new BSD license, as compared to the GPL, may "
+"be of considerable advantage."
+msgstr ""
+"As organizações sem fins lucrativos devem participar de projetos Open Source "
+"sempre que possível. Para minimizar os problemas de engenharia de software, "
+"como a mistura de código sob diferentes licenças, as licenças no estilo BSD "
+"devem ser incentivadas. Desconfiar da GPL deve ser particularmente o caso de "
+"organizações sem fins lucrativos que interagem com o mundo de "
+"desenvolvimento. Em alguns locais onde a aplicação da lei se torna um "
+"exercício caro, a simplicidade da nova licença BSD, em comparação com a GPL, "
+"pode ser de considerável vantagem."
+
+#. (itstool) path: sect1/title
+#: article.translate.xml:537
+msgid "Conclusion"
+msgstr "Conclusão"
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:539
+msgid ""
+"In contrast to the GPL, which is designed to prevent the proprietary "
+"commercialization of Open Source code, the BSD license places minimal "
+"restrictions on future behavior. This allows BSD code to remain Open Source "
+"or become integrated into commercial solutions, as a project's or company's "
+"needs change. In other words, the BSD license does not become a legal time-"
+"bomb at any point in the development process."
+msgstr ""
+"Em contraste com a GPL, que é projetada para impedir a comercialização "
+"proprietária do código Open Source, a licença BSD impõe restrições mínimas "
+"sobre o comportamento futuro. Isso permite que o código BSD permaneça como "
+"código aberto ou se integre a soluções comerciais, à medida que as "
+"necessidades de um projeto ou empresa mudam. Em outras palavras, a licença "
+"BSD não se torna uma bomba-relógio legal em nenhum ponto do processo de "
+"desenvolvimento."
+
+#. (itstool) path: sect1/para
+#: article.translate.xml:547
+msgid ""
+"In addition, since the BSD license does not come with the legal complexity "
+"of the GPL or LGPL licenses, it allows developers and companies to spend "
+"their time creating and promoting good code rather than worrying if that "
+"code violates licensing."
+msgstr ""
+"Além disso, como a licença BSD não vem com a complexidade legal das licenças "
+"GPL ou LGPL, ela permite que desenvolvedores e empresas gastem seu tempo "
+"criando e promovendo um bom código, em vez de se preocupar se esse código "
+"viola algum licenciamento."
+
+#. (itstool) path: sect1/title
+#: article.translate.xml:555
+msgid "Addenda"
+msgstr "Adendos"
+
+#. (itstool) path: sect1/programlisting
+#: article.translate.xml:557
+#, no-wrap
+msgid ""
+"\n"
+"[1] http://www.gnu.org/licenses/gpl.html\n"
+"\n"
+"[2] http://archives.cnn.com/2000/TECH/computing/03/28/cyberpatrol.mirrors/\n"
+"\n"
+"[3] Open Source: the Unauthorized White Papers, Donald K. Rosenberg, IDG Books,\n"
+" 2000. Quotes are from page 114, ``Effects of the GNU GPL''.\n"
+"\n"
+"[4] In the \"What License to Use?\" section of\n"
+" http://www.oreilly.com/catalog/opensources/book/brian.html\n"
+"\n"
+"This whitepaper is a condensation of an original work available at\n"
+"http://alumni.cse.ucsc.edu/~brucem/open_source_license.htm\n"
+"\n"
+msgstr ""
+"\n"
+"[1] http://www.gnu.org/licenses/gpl.html\n"
+"\n"
+"[2] http://archives.cnn.com/2000/TECH/computing/03/28/cyberpatrol.mirrors/\n"
+"\n"
+"[3] Open Source: the Unauthorized White Papers, Donald K. Rosenberg, IDG Books,\n"
+" 2000. Quotes are from page 114, ``Effects of the GNU GPL''.\n"
+"\n"
+"[4] In the \"What License to Use?\" section of\n"
+" http://www.oreilly.com/catalog/opensources/book/brian.html\n"
+"\n"
+"This whitepaper is a condensation of an original work available at\n"
+"http://alumni.cse.ucsc.edu/~brucem/open_source_license.htm\n"
+"\n"